domingo, 13 de junho de 2010

convívio. II

A Existência e a Humanidade são justificativas suficientes, por favor não me pergunte o porquê de qualquer coisa que de mim escape, eu não saberia responder. E mesmo que eu soubesse, na realidade você não quer saber. Tudo bem, é bom para dois egoístas como nós.
De que adiantaria se importar se nada poderíamos fazer? É coisa da Existência e da Humanidade, é inevitável.
Se eu não me importasse, coisas não me escapariam, você não me perguntaria, eu não responderia. Eu nem estaria aqui. Seria o mais confortável silêncio. Seríamos felizes para sempre.
Mas já que não pode ser assim, me deixe em paz com o meu desespero. Tudo bem.

"feelings are intense words are trivial"

2 comentários:

Carminha disse...

saudades

thie disse...

sabe quando o óbvio parece, finalmente, claro e palpável? o silêncio é tão seguro e perfeito... adoro demais tudo que você escreve =*