quinta-feira, 4 de setembro de 2008

um trago.

tic-tac. Sobre a mesa, cadernos, um brinco vermelho, uma embalagem vermelha, um cinzeiro vermelho, um relógio vermelho. tic-tac. módulos com capas vermelhas, mas brancos por dentro... tic-tac. uma prova rosa, e... A palavra: UFBA tic-tac escrito em negro na capa de umas cópias encadernadas, brancas como a fumaça que sai do que trago. tic-tac. Apenas olho (no momento penso demais para fazer qualquer coisa) tic-tac, sou astigmata, o branco me dói os olhos, prefiro o vermelho. tic-tac. Já dei corda no relógio, o pino foi ao máximo. mais corda, só amanhã. E precisará mais, o tic-tac é mais rápido que um trago.

7 comentários:

SPS disse...

E esse vermelho todo?

Lúcia Neco disse...

o resumo de nossa inquietações.

inerthie disse...

somos astigmatas... lindo =)

bilis disse...

o ritmo de um cigarro

menina de tom disse...

e a ansiedade,minha filha?

tá bem,obrigado.

angeloreale disse...

sufocante!

Edgar Martins disse...

nossa, genial