quarta-feira, 21 de maio de 2008

ao mar aberto.

Ela nada, nada e nada.
Está muito fundo.
Ela não consegue alcançar a superfície.
Olha ao redor e nada.
Está muito fundo.
Não o suficiente para alcançar a superfície.
Precisa haver terra.
Sim, terra. A base para o impulso.

3 comentários:

angeloreale disse...

angustiante.

tenhamos os pés na terra e só assim alcançaremos a lua.

;)

Lúcia Neco disse...

arrasô anginho.


"tome o chão aê"

bilis disse...

porra
de fuder